Depois da concordância do presidente Bolsonaro e do governador Ratinho Júnior, deputado recebe apoio do diretor-geral da Itaipu.

Deputado Vermelho e o diretor da Itaipu, general Joaquim Silva e Luna.

A reabertura da Estrada do Colono é uma antiga aspiração da população que vive no Sudoeste e Oeste do Paraná e uma meta do mandato do deputado federal Nelsi Maria Vermelho (PSD), que vive e tem suas empresas nessas duas regiões produtoras.


Tão logo assumiu o mandato, em fevereiro, Vermelho protocolou o projeto de reabertura, que já passou pela Comissão de Transportes e agora está sob análise da Comissão do Meio Ambiente. 
O presidente Jair Bolsonaro (PSL), o governador Ratinho Júnior (PSD) e o diretor-geral da Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, já fecharam questão em torno da estrada. Ratinho disse em Foz que conversou com o procurador Ivonei Sfoggia e ele também aprova a ideia, “se respeitada a questão ambiental”.


“Todos defendem sua reabertura, desde que o meio ambiente seja respeitado em sua totalidade. É isso também que nós pensamos, me parece uma questão fechada”, diz Vermelho. “O sonho da população e da sociedade civil organizada destas duas regiões está para ser consolidado”, acrescentou.

Audiência
Recentemente Vermelho foi recebido por Silva e Luna. “Tivemos um diálogo muito franco e aberto com o general. O principal assunto versou sobre a reabertura da Estrada do Colono, que liga Serranópolis do Iguaçu a Capanema”, comentou o deputado.


O trecho de 17 quilômetros entre os dois municípios foi fechado pela primeira vez nos anos 80 (Serranópolis do Iguaçu ainda não era município); teve um período reaberto na virada deste século, mas foi novamente fechado.


“Expliquei ao general que o projeto que apresentei em fevereiro vai muito além da resolução de um problema de logística no Estado do Paraná, uma vez que corrige essa injustiça histórica – que foi o fechamento da Estrada do Colono – e atende ao clamor social de décadas do povo paranaense, resgatando a história e as relações socioeconômicas, ambientais e turísticas da região”, declarou Vermelho.
O deputado disse que o general foi muito receptivo. “Ele disse que Itaipu pode contribuir muito com o projeto; em sua longa vida pública, o general já abriu estradas na selva com passagens subterrâneas para animais, ou mesma fechá-la durante à noite, já que a maioria dos bichos tem hábitos noturnos”, acrescentou Vermelho.

“Que o projeto seja sustentável”

Dias antes dessa audiência com o deputado Vermelho, o general Silva e Luna havia conversado com o governador Ratinho Júnior e explicou seu posicionamento.


“O governador veio aqui tratar da Estrada do Colono, que tem toda uma conotação ambiental e deve ser cuidada. Nós nos comprometemos a fazer o projeto, desde que ouvidas todas as partes, e que cheguemos à conclusão de que aquilo ali não traz nenhum prejuízo ecológico para a região, que o projeto seja sustentável e totalmente aprovado por todos.”


Vermelho esclareceu que a ideia é justamente discutir com todos os setores até chegar a um entendimento e que o tráfego deverá ser apenas para veículos leves visando favorecer o turismo.


“A reabertura da estrada contribuirá com a preservação da fauna e da flora dessa unidade de conservação, elevando, inclusive, o nível de consciência da população. Haverá uma compreensão positiva da população acerca do Parque Nacional do Iguaçu, uma vez que um meio ambiente equilibrado serve a todos, mas uma unidade de conservação isolada não cria benefícios à população, tampouco aumenta a compreensão de sua importância”, concluiu o deputado.

Fonte: Jornal de Beltrão

2-2 PG - Infotech
3-2 PG - Espaço Regional
1-1 PG ELETRIBEL
Vizi Pet
Rc Amb. Planejados