O Projeto Justiça no Bairro visa atender a população economicamente vulnerável, beneficiando famílias que fazem parte do Cadastro Único e tem renda familiar de até 3 salários mínimos.

O casamento coletivo reunindo quase 300 casais de Francisco Beltrão e de outros municípios da região aconteceu na noite de sábado (03) e marcou o encerramento das atividades do Projeto Justiça no Bairro, iniciado na quinta-feira, dia 1º, através de iniciativa do Poder Judiciário do Paraná, do Sistema Fecomércio (Sesc/Senac), contando com apoio da Unipar e da administração municipal. Foi organizado no ginásio da Universidade Paranaense (Unipar).

Do total de casamentos, quase 100 são casais de Francisco Beltrão, que realizaram o sonho da união matrimonial. Todos tiveram como padrinhos de honra o prefeito Cleber Fontana e a primeira dama Joice. A parte religiosa foi teve as bênçãos do Pastor Eder Minetto e do Padre Airton Grespan. O casamento civil foi realizado pela Desembargadora Joeci Machado Camargo, do Tribunal de Justiça do Paraná.

O Projeto Justiça no Bairro visa atender a população economicamente vulnerável, beneficiando famílias que fazem parte do Cadastro Único e tem renda familiar de até 3 salários mínimos. Além do casamento, foram prestados serviços nas áreas Cível, Reconhecimento ou Averiguação de Paternidade/Maternidade, emissão de Carteira de Identidade, revisão de algumas perícias médicas, testes de saúde e exames de sangue.

Também foram realizadas conciliações por meio de audiências prévias em inúmeras áreas do direito, possibilitando a resolução com a expedição imediata dos documentos. O programa acolhe a demanda reprimida na justiça, tanto consensual quanto litigiosa.

Fonte: Assessoria

1-5 PG - Salão do Automóvel
2-2 PG - Infotech
3-2 PG - Espaço Regional
1-1 PG ELETRIBEL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.