O Pato goleou o Sorocaba por 6 a 0, neste domingo, na Arena Sorocaba, e conquistou o bicampeonato consecutivo da Liga Nacional de Futsal (LNF). O time paranaense havia vencido o primeiro jogo, disputado em Pato Branco, por 3 a 2, e jogava pelo empate no confronto da volta para ficar com o título.

Di Maria (duas vezes), Denner, Peru, Jhow e Lucas Oliveira (contra), marcaram os gols da vitória do Pato, que faz história no futsal brasileiro ao conquistar o segundo título apenas na terceira participação na Liga Nacional de Futsal.

O Pato encerra a Liga Nacional com campanha de 26 jogos, sendo 14 vitórias, seis empates e seis derrotas, totalizando 61,5% de aproveitamento.

A decisão da LNF contou com a presença ilustre do ex-craque Falcão, aposentado desde o fim da temporada passada, e maior vencedor da história da competição com nove títulos.

O JOGO

Precisando vencer para forçar a prorrogação e empurrado pelos mais de quatro mil torcedores presentes na Arena, o Sorocaba partiu para cima e tendo a atmosfera de título em casa transformada no pior pesadelo possível, pelo menos no primeiro tempo da partida.

Com menos de três minutos, o Pato abriu o placar com Denner, em cobrança de falta ensaiada. Mesmo atrás no placar, o Sorocaba seguiu em cima do time paranaense e quase empatou em duas jogadas de Leandro Lino e Leozinho.

Com a proposta de jogar no contra-ataque e nos erros do Sorocaba, o Pato conseguiu ampliar o placar com Peru. Abatido, os donos da casa passaram a errar mais passes e esbarrar nas boas defesas de Djony. Novamente em um contra-ataque, o terceiro do Pato: em boa triangulação, a bola sobrou para Di Maria, que só tocou para ampliar.

Pressionando, o Sorocaba seguia com a posse de bola e criando as melhores chances, mas novamente o Pato conseguiu marcar. Em tentativa de lançamento do time paranaense, o goleiro Lucas Oliveira se enrolou com a bola e acabou marcando contra, o quarto do Pato ainda no primeiro tempo.

O Sorocaba voltou para o segundo tempo com Leandro Lino como goleiro-linha. A partida daí da partida se resumiu a ataque contra defesa, com os donos da casa pressionando em busca de um gol para iniciar a reação pouco improvável em busca da vitória no tempo normal.

Além das defesas do goleiro Djony, o Sorocaba esbarrou na trave e na falta de pontaria do time, dono do melhor ataque da Liga Nacional e com o artilheiro isolado da competição em quadra, o fixo Rodrigo. Nada disso adiantou. O Pato conseguiu marcar o quinto gol após um erro do ataque do Sorocaba, que Di Maria aproveitou para recuperar a bola e tocar para o gol livre.

Após sofrer o quinto gol, o Sorocaba manteve a estratégia do goleiro-linha nos minutos finais, mas quem voltou a marcar foi o Pato, com Jhow, que aproveitou o gol vazio para decretar a vitória e o título do Pato: 6 a 0.

2-2 PG - Infotech
3-2 PG - Espaço Regional
1-1 PG ELETRIBEL
Vizi Pet