© Foto: Adriano Machado/Reuters

O senador Major Olímpio, líder do PSLno Senado, lamentou nesta sexta-feira, 11, a crise no partido e disse que a sigla, seu presidente, Luciano Bivar, e o presidente Jair Bolsonaro“se completam”.

“(Em 2018), Bivar foi o único que deu a garantia para que Bolsonaro tivesse um partido para disputar a Presidência da República”, disse o senador, em formatura de sargentos da Polícia Militar de São Paulo. “O PSL cresceu muito por conta do Jair Bolsonaro. Mas sem PSL e sem Bivar, não existiria Bolsonaro presidente. Eles se completam.”

O senador disse que teme uma saída de Bolsonaro do partido e voltou a culpar pessoas do entorno do presidente pela crise. Entre essas pessoas, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente.

“O Eduardo promoveu tudo isso. Agora, quem perde é o presidente. Se algumas pessoas saíssem do PSL saíssem hoje, não fariam a menor falta.”

Para Olímpio, os filhos do presidente – além de Eduardo, o senador Flávio(PSL) eCarlos (PSC), vereador no Rio – têm “mania de príncipe”. “Não reconheço no País a monarquia, a dinastia,. O que desgasta o presidente são os filhos com mania de príncipe.” Na quarta-feira, em entrevista à Rádio Eldorado, o senador já havia dito que o PSL “não é dinastia”.

Olímpio disse concordar com o presidente, que ao Estado na quinta afirmou defender uma auditoria nas contas do PSL: “É o óbvio. Fundo partidário é recurso público e tem que ser auditado”.

Fonte: MSN

Expo Vizinho
Rc Amb. Planejados
Real Planejados
Saboretto
Viper
Zanella
2-2 PG - Infotech
3-2 PG - Espaço Regional
1-1 PG ELETRIBEL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.