Na tarde desta segunda feira, dia 06, o Corpo de bombeiros de Coronel Vivida prestaram

atendimento à vítima de um acidente na rodovia BR 158, trecho que liga Coronel Vivida a

Pato Branco, no local conhecido como curva da Palmeirinha.

O acidente envolveu um utilitário saveiro, placa de Mangueirinha, dirigida por Juliana Del

Senti, 31 anos de idade, que estava indo a Pato Branco, perdeu o controle de direção, saiu da pista, bateu no barranco e capotou.

Juliana sofreu apenas ferimentos leves. Quando os socorristas do Corpo de Bombeiros

chegaram, ela já estava fora do veículo. Por precaução, Juliana foi transportada a UPA de

Coronel Vivida, onde a avaliação médica comprovou que realmente nada grave havia

acontecido com ela.

Juliana transporta peças para toda região. Aliás, o serviço ela herdou de seu ex-marido

Anderson Monteiro, que aos 42 anos de idade, morreu na noite do dia 9 de agosto de 2019,

depois de bater a Strada que dirigia contra um caminhão na PR 281, região da reserva

indígena. Apesar da gravidade do acidente que culminou com a morte de Anderson, Juliana,

também naquela oportunidade sofreu apenas ferimentos leves.

Relembra a ocorrência…

Homem morre em colisão entre camionete e caminhão na PR 281

Um acidente no final da noite de sexta-feira (9/8/19) após às 23 horas, na rodovia PR 281,

em Mangueirinha, deixou um homem de 42 anos de idade, morto.

O acidente aconteceu no trecho entre o entroncamento da BR 373 com a sede da reserva

Indígena, próximo a um paredão de pedra, local conhecido como curva da gruta.

A vítima Anderson dos Santos Monteiro, conduzia um Fiat Strada, placa de Mangueirinha,

e seguia sentido a Mangueirinha voltando de Pato Branco, quando ele perdeu o controle

do veiculo e o utilitário bateu no rodado do caminhão MB com placa de Chopinzinho,

carregado com couro. Ele não resistiu aos ferimentos e faleceu no local do acidente. Junto

com Anderson estava sua mulher, que sofreu apenas ferimentos leves.

O corpo foi removido ao Instituto Médico Legal (IML) de Pato Branco e liberado na manhã

deste sábado (10/8) para os familiares.

Anderson transportava peças para toda região e era muito conhecido aqui em Coronel

Vivida também. Anderson era conhecido como papaléguas.

(Fonte: Adelino Guimarães – Rádio Voz)

Viper
Zanella
2-2 PG - Infotech
3-2 PG - Espaço Regional
1-1 PG ELETRIBEL
Paraná
Comunic
Vizi Pet
Rc Amb. Planejados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.