Agenor, em partida contra o Corinthians, em 2010

© Gazeta Press Agenor, em partida contra o Corinthians, em 2010

O volante perdeu o controle do carro que dirigia e colidiu com a moto de Wemerson de Oliveira, 27, que também morreu. 

Natural do Rio de Janeiro, Agenor iniciou sua carreira profissional em 2009, no Paraná Clube, mesmo ano em que se transferiu para o Atlético-GO, clube onde mais jogou na carreira (2009 a 2012). 

Agenor conquistou dois campeonatos goianos da Série A pelo Dragão (2010 e 2011), e um da Série B pelo Vila Nova (2015). Em 2016, conquistou também a A2 do Paulista pelo Santo André. 

O último time dele foi o Central de Caruaru, de Pernambuco, em 2017. 

Nas redes sociais, o Atlético-GO e o Formosa, do DF, lamentaram a passagem do jogador. O pequeno clube do DF o chama de “eterno capitão” na homenagem. 

Fonte: MSN

2-2 PG - Infotech
3-2 PG - Espaço Regional
1-1 PG ELETRIBEL
Vizi Pet
Rc Amb. Planejados