Montanhista de Curitiba morre no Panamá picado por cobra ao socorrer amiga que caiu em selfie

Montanhista Sandro Godoy, de 45 anos, foi encontrado morto na última segunda-feira (28), no Panamá.

© Reprodução Facebook Montanhista Sandro Godoy, de 45 anos, foi encontrado morto na última segunda-feira (28), no Panamá.

O montanhista curitibano Sandro Godoy, de 45 anos, morreu no Panamá ao ser picado por uma cobra enquanto fazia uma trilha ecológica no último domingo (30). A fatalidade foi no Cerro Trindade, no distrito de Capira, no país centro-americano.

A vítima tentou ajudar uma amiga que desmaiou ao cair em um precipício ao tentar registrar uma selfie. Na tentativa de prestar socorro, Sandro foi picado pela cobra e não sobreviveu.

De acordo com o jornal panamenho Diário Crítica, a mulher que acompanhava o montanhista sobreviveu. Não há informações sobre a gravidade dos ferimentos dela ou se a mulher chegou a ser encaminhada para um hospital. De acordo com a família do curitibano, quando se reestabeleceu do desmaio, a montanhista encontrou Sandro já morto.

Familiares e amigos souberam do falecimento de Sandro segunda-feira (30) e estão fazendo campanha nas redes sociais para trazer o corpo para o Brasil. A ex-esposa do montanhista, a auxiliar administrativa Eva Fabiane de Moraes, 44 anos, conta que ele era experiente e há anos fazia trilhas pela América Latina. Sandro morava há um ano e meio no Panamá e participava de um grupo de montanhistas no país.

Vinda do corpo

Para conseguir trazer o corpo para o Brasil, a família tenta arrecadar R$ 30 mil, valor aproximado dos custos para o transporte do corpo.  “É um momento bem difícil, mas a gente tem que fazer o que é preciso”, diz Eva.

As doações estão sendo recebidas na conta da ex-esposa, Eva Fabiane de Moraes: Banco Santander, agência 4296, conta corrente 01000659-4, CPF 875.782.989-68.

Fonte:MSN

2-2 PG - Infotech
3-2 PG - Espaço Regional
1-1 PG ELETRIBEL
Magirus
Paraná
Comunic
Vizi Pet
Rc Amb. Planejados
Real Planejados
Saboretto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.