Novidades serão lançadas ao longo dos próximos 5 anos

Seguindo sua trilha de um crescimento cada vez mais consolidado, em grande parte amparado em uma linha moderna e bem interessante de modelos, a Jaguar Land Rover anunciou em sua mais recente reunião com investidores os próximos passos de sua estratégia global.

Um critério muito relevante é que o conglomerado inglês fará um amplo esforço para modernizar sua atual linha de plataformas, hoje composta por seis diferentes conjuntos.

Modelos de maior porte serão construídos com a nova arquitetura MLA (Modular Longitudinal Platform), que deverá substituir as atuais D7U e D7A. Ambas contemplam estruturas de alumínio e são usadas por modelos como o Range Rover, Range Rover Sport, Discovery, bem como os sedãs Jaguar XF e XE, dentre outros.

A nova arquitetura MLA deverá ser introduzida com a nova geração do Land Rover Defender, prevista para chegar ao mercado em 2020. Ela já contempla a eletrificação de modelos, ou seja, está pronta para ser usada em veículos híbridos e elétricos, além dos tradicionais a combustão. “A MLA vai nos trazer ganhos em flexibilidade, semelhança entre as linhas, padronização e escala”, revelou a empresa em comunicado.

Os veículos de menor porte da gama Jaguar Land Rover, por sua vez, serão baseados em uma versão atualizada da atual plataforma D8, que receberá melhorias para acomodar sistemas de propulsão híbrida. A plataforma D8 atualizada será batizada como a arquitetura PTA (Premium Transverse Architecture) e já deverá figurar na nova geração do Range Rover Evoque prevista para 2019. A tendência é que todos os modelos da gama Jaguar Land Rover iniciem o processo de migração para a plataforma MLA no ano fiscal da empresa de 2025.

Reforço na linha de modelos

A Jaguar Land Rover também vai ampliar sua linha de modelos, passando dos atuais 13 para 16 até 2024.

Como já citamos, o primeiro deles será a nova geração do Land Rover Defender.

Já as outras duas novidades são cercadas de especulações. Alguns veículos da imprensa especializada britânica dão conta de que eles serão derivados do novo Defender, o que criaria uma família completa de SUVs para disputar mercado com a Jeep.

Em outras linhas, algumas apostas recaem sobre um SUV de entrada para a marca Land Rover ou algum derivado do potencial Road Rover em que a marca está trabalhando. Também figura como opção um SUV de “ultraluxo” que poderia ser um rival para o Bentley Bentayga.

Fonte: Autoo

2-2 PG - Infotech
3-2 PG - Espaço Regional
1-1 PG ELETRIBEL
Vizi Pet
Rc Amb. Planejados