Timão abre vantagem

O Corinthians se impôs em sua arena, jogou bem (principalmente no primeiro tempo) e venceu o Montevideo Wanderers-URU por 2 a 0, na noite desta quinta-feira, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. Clayson marcou no primeiro tempo, e Pedrinho completou o placar no fim, mas o Timão poderia ter ficado em situação ainda mais confortável – criou, mas perdeu chances de ampliar e praticamente garantir a vaga nas quartas de final.Jogadores do Corinthians comemoram gol de Clayson (Foto: Marcos Ribolli)Com o resultado, o Timão pode perder por até um gol de diferença no duelo de volta, quinta-feira que vem, às 21h30 (de Brasília), no Parque Central, em Montevidéu – vale lembrar que gols marcados fora de casa servem como critério de desempate no torneio. O vencedor do confronto pega nas quartas de final quem passar de Fluminense x Peñarol (o Flu ganhou o jogo de ida por 2 a 1, no Uruguai).

Cria de Itaquera em alta Pedrinho foi a válvula de escape do Corinthians desde o início, criando pelo lado direito e levando vantagem no drible sobre os adversários. A jogada do gol de Clayson começou com ele, assim como outras jogadas perigosas do Timão. E no fim, tirou o Timão do sufoco ao fazer um belo gol de fora da área. Ainda que prefira atuar pelo meio, como um armador, Pedrinho tem rendido mais aberto pela direita. E Carille sabe disso.Pedrinho comemora gol que define placar na Arena Corinthians (Foto: Marcos Ribolli)

Primeiro tempo O Corinthians levou alguns sustos no início, mas no geral manteve a posse de bola – no campo de ataque, o que é fundamental para criar mais chances. Com Vagner Love saindo bastante da área e a aproximação dos meio-campistas, o Timão conseguiu combinar triangulações e jogadas rápidas que confundiram a defesa do Montevideo Wanderers. Aos 18 minutos, um desses lances resultou no primeiro gol: de Pedrinho para Love, de Love para Clayson, que, sozinho na marca do pênalti, abriu o placar – Júnior Urso puxou a marcação na área e deixou o atacante livre. Depois, nada de recuo. O Corinthians continuou com marcação mais alta do que o habitual, dificultou a saída de bola do Wanderers e finalizou mais – só não marcou o segundo por falta de pontaria.Clayson recebe orientação de Fábio Carille (Foto: Marcos Ribolli)

Segundo tempo O Timão voltou mais tímido, até certo ponto satisfeito com a vantagem mínima no placar. As melhores chances saíram com Vagner Love, em chute por cima do gol, e Pedrinho, em tentativa da entrada da área. Carille só se mexeu na metade do segundo tempo, ao lançar Jadson na vaga de Gabriel, que não tinha a quem marcar. Depois, Mateus Vital e Boselli também entraram e, na pressão, participaram do lance do segundo gol do Corinthians, que terminou nos pés de Pedrinho, em belo chute de fora da área. O 2 a 0 deu alívio à torcida em Itaquera – uma vantagem mais tranquila para se administrar no Uruguai Jadson entrou no segundo tempo e ajudou Corinthians

Público e rendaPúblico: 32.955 pagantes.

Renda: R$ 1.324.119,88.Torcida do Corinthians presente na Arena para jogo da Sul-Americana

Próximos jogos Antes de enfrentar o Montevideo Wanderers no jogo de volta das oitavas da Sul-Americana, quinta-feira que vem, às 21h30 (de Brasília), no Uruguai, o Timão joga pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro contra o Fortaleza, domingo, às 19h, no Castelão.

Fonte: G1

3-2 PG - Espaço Regional
1-1 PG ELETRIBEL
Vizi Pet
Rc Amb. Planejados
2-2 PG - Infotech