Um funcionário da Fundação Krabi Pitakpracha segura a cobra real de quatro metros que retirou de um esgoto no sul da Tailândia

© Handout Um funcionário da Fundação Krabi Pitakpracha segura a cobra real de quatro metros que retirou de um esgoto no sul da Tailândia

Uma cobra-rei de quatro metros foi retirada de um esgoto no sul da Tailândia em uma operação que teve uma hora de duração, informou a fundação de resgate nesta terça-feira, descrevendo o réptil como um dos maiores que já capturou.

Um trabalhador do grupo de resgate agarra a cobra pela cauda enquanto tentava fugir para um cano de drenagem

© Handout Um trabalhador do grupo de resgate agarra a cobra pela cauda enquanto tentava fugir para um cano de drenagem

As imagens da captura mostram um homem perseguindo a cobra – a maior cobra venenosa do mundo – em um tubo de drenagem estreito e escuro.

A cobra espirrou na água e tentou deslizar de volta para o cano, mas foi puxada pela cauda após várias tentativas.

Um segurança da localidade foi quem alertou o grupo de resgate no domingo.

“Sete equipes de resgate, inclusive eu, fomos ao local”, disse Kritkamon Kanghae, 26 anos, acrescentando que a cidade foi construída em terrenos onde antes havia uma selva.

Kritkamon disse que a cobra tinha mais de quatro metros de comprimento, pesava 15 quilos e foi a terceira mais longa que o grupo de resgate encontrou.

A cobra foi liberada mais tarde em uma área da natureza.

A Tailândia está cheia de répteis e várias espécies de cobra são nativas do país.

As cobras se tornaram uma dor de cabeça para os moradores de Bangcoc, onde o corpo de bombeiros responde a chamadas frequentes de moradores alarmados.

As autoridades relutam em se livrar dos répteis porque ajudam a controlar as populações de ratos, que ameaçam as plantações e as reservas de alimentos.

As cobras-rei, no entanto, se alimentam principalmente de outras cobras.

Fonte: MSN

Real Planejados
Saboretto
Viper
Zanella
2-2 PG - Infotech
3-2 PG - Espaço Regional
1-1 PG ELETRIBEL
Magirus
Paraná