Amsterdã é a Bangkok do Primeiro Mundo – um lugar que provoca risinhos maliciosos quando você conta que vai para lá

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Para a imensa maioria dos visitantes, porém, o binômio sexo-drogas é quase irrelevante: rende um passeio rápido ao Bairro da Luz Vermelha e fotos de cafés esfumaçados – do lado de fora.

O que fica de uma temporada em Amsterdã é o encanto de estar numa cidade que é a um só tempo obra de arte e de engenharia.

Você vai querer estar de cara limpa (e sem luz vermelha por perto) para passear por seus canais concêntricos e atravessar algumas de suas 400 pontes, admirando as proporções peculiares de seus edifícios e aproveitando a simpatia do povo mais desencanado que vai encontrar na Europa.

Moinhos de vento (o ano inteiro) e tulipas (entre meados de março e meados de maio) ainda dão aquela incrementada no seu Instagram. Aproveite que as conexões pelo aeroporto Schiphol são excelentes e comece (ou termine) seu giro europeu por Amsterdã.

Fonte: Viaje na viagem

Rc Amb. Planejados
Real Planejados
Saboretto
Viper
Zanella
2-2 PG - Infotech
3-2 PG - Espaço Regional
1-1 PG ELETRIBEL
Magirus