Partidos formam o G9 e declaram PT vilão da única

Postado por admin em 10/jun/2008 - Sem Comentários

O Partido dos Trabalhadores de Nova Prata do Iguaçu deu as costas à candidatura única, na quarta-feira, 04, quando lançou o nome do fundador do partido, Ivo Schneider, para concorrer ao cargo de prefeito municipal nas eleições deste ano.
O G9 (coligação entre PMDB, PDT, PPS, PTB, PSC, DEM, PSB, PP e PSDB, formada após a debandada do PT) não deixou por menos e criticou a atitude do partido, que até então era denominado “organizador da candidatura única”.
Acompanhe no Jornal Espaço Regional toda a movimentação partidária de Nova Prata do Iguaçu e região.
Assinaturas pelo telefone (46) 3545-1396.
E-mail: noticias@jornaler.com.br

PR bate o pé, grupão se alinha, única ainda é possível

Postado por admin em 02/jun/2008 - Sem Comentários

O PR de Nova Prata do Iguaçu bateu o pé e manteve a proposta de candidatura única com nomes que não disputaram as últimas eleições.
O partido se reuniu na quarta-feira e redigiu um documento defendendo a primeira proposta apresentada a antiga Comissão Pró-Única no dia 02 de maio que segundo o próprio presidente do partido Sérgio Faust seria anti-democrática porque defende que os candidatos a prefeito e vice não tenham sido candidato aos cargos almejados nas últimas quatro eleições municipais.
Confira matéria completa no Jornal Espaço Regional.
Assinaturas pelo telefone (46) 3545-1396.
E-mail: noticias@jornaler.com.br

Maioria dos partidos define candidatura única em Nova Prata

Postado por admin em 27/maio/2008 - Sem Comentários

Todos os partidos políticos de Nova Prata do Iguaçu, foram favoráveis a candidatura única nas eleições de outubro.
PMDB, PDT, PT, PSDB, PTB, DEM, PSB, PP, PPS, PSC e PR, disseram concordar com a candidatura única no município e abriram discussão sobre os critérios utilizados para a escolha dos candidatos.
O PR liderado pelo presidente Sérgio Faust, não participou da escolha dos critérios porque a proposta do partido não foi considerada em sua totalidade. “Qualquer outro critério nós precisamos levar ao partido que tem quase 200 filiados”, alegou o presidente.
Leia matéria completa no Jornal Espaço Regional.
Assinaturas pelo telefone (46) 3545-1396.
E-mail: noticias@jornaler.com.br

Editorial: Disputas burras e laranjas podem tirar a única do povo de Nova Prata

Postado por admin em 05/maio/2008 - Sem Comentários

O que está inviabilizando a candidatura única de Nova Prata do Iguaçu, (Se já não inviabilizou), não está na mesa de negociação, está nas entre-linhas daquilo que se fala, que se vê.
Uma briga pelo poder num grupo político, para saber quem será candidato levou a discórdia no grupo dos cinco que se transformou no grupo dos quatro.
Um partido laranja em outro grupo, foi usado para lançar o veneno político e fomentar o desacerto.
Laranja, também infiltrado na Comissão Pró-Única contribui para a desagregação.
Um partido como uma folha seca levado por onde sopra o vento político também contribui para a paralisação das negociações.
Por fim uma Comissão Pró-Única com pouco tempo disponível, sem muitas metas estipuladas e sem levar a mensagem da candidatura única ao povo pode ter contribuído para que as conversas engasgassem no gargalo do consenso.
Misture a isso pessoas que “pensam” ter votos, aliados a falta de responsabilidade, porém com poder. Não poderia dar outro resultado a não ser a discórdia generalizada e a disputa política em sua forma mais burra e inconseqüente.
Regressão, teimosia, imposição, fome de poder, rasteiras, golpes baixos, brigas internas e muitos outros ingredientes próprios daqueles que não se preocupam tanto com o bem do povo, mas que não assumem publicamente, terminam em disputas.
Uma fatia do povo ingênua e irracional vai na balada e daí sabemos o que ocorre: desagregação familiar, encrencas com vizinhos, brigas de rua, gastos exagerados, compra de votos…
Democracia?
Vão para a disputa! Afinal só o voto “livre, democrático e soberano”, poderá dizer quem é o escolhido e o que pode ser melhor a todos.
ÚNICA
A candidatura única em Nova Prata do Iguaçu começou a ser discutida no dia 28 de dezembro de 2006, por “meia dúzia” de pessoas. Depois de muitas conversas, reuniões quase secretas, conversas fora do município, a coisa evoluiu e foi possível criar uma comissão formada por pessoas do povo. Empresários, profissionais liberais, agricultores, professores, iniciaram uma caminhada para fazer com que os partidos políticos conversassem entre si. Esse objetivo foi alcançado. Foram 25 reuniões lavradas em ata, outras tantas conversas de modo informal foram realizadas com partidos e lideranças.
Muitas vezes parecia que a única era só uma questão de tempo. Outras vezes tinha-se a nítida impressão de que o golpe viria e tudo seria jogado por terra num único golpe fatal.
A Segunda hipótese era a mais provável já que alguns poucos desajuizados chegaram a prometer ficar nu em praça pública se a única acontecesse e outros tinham palavras diferentes conforme o ambiente que se encontravam. Dessa forma a única não aconteceu, ao menos por enquanto.Quer saber agora em quem votar? Por enquanto temos apenas a convicção em quem não votar.

Assinaturas pelo telefone (46) 3545-1396.
E-mail: noticias@jornaler.com.br

Eleições 2008: PSDB realiza grande encontro regional em Dois Vizinhos

Postado por admin em 29/abr/2008 - Sem Comentários

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSBD) realizou, na sexta-feira, 25, em Dois Vizinhos, um Encontro Regional, que reuniu um grande número de lideranças tucanas de todo o Estado.
Estiveram presentes os deputados estaduais Luiz Fernandes Litro, Valdir Rossoni, federais Gustavo Freut, Alfredo Kaefer, o prefeito de Curitiba, Beto Richa, e o senador Álvaro Dias.
Segundo o presidente do PSDB de Dois Vizinhos, Zezinho Ramuski, o encontro serviu de preparação para as eleições municipais deste ano e discutiu um Curso de Formação Política.
Para o deputado Luiz Fernandes Litro este evento aconteceu em Dois Vizinhos graças à força política do partido local e se torna mais uma demonstração do trabalho que vem sendo realizado pensando nas eleições municipais. “Este evento aconteceu aqui porque estamos organizados pensando no pleito deste ano e queremos mostrar nossas forças”, declarou.
A participação no encontro foi obrigatória a todos os pré-candidatos a prefeito, vice e vereadores do PSDB e acontece em apenas seis cidades do Estado.
Muito Mais Assessoria
Assinaturas pelo telefone (46) 3545-1396.
E-mail: noticias@jornaler.com.br

Gotardi é indicado candidato a reeleição em Salto do Lontra

Postado por admin em 22/abr/2008 - Sem Comentários

Eleito em 2004 com 73,87% dos votos válidos, o prefeito de Salto do Lontra, Luiz Carlos Gotardi, foi lançado como pré-candidato a reeleição no dia 13, em Salto do Lontra. Seu nome foi apresentado pelo PMDB partido logo depois da convenção realizada na Câmara de Vereadores.
Mais de 200 filiados participaram da eleição do novo diretório, que contou com a candidatura de somente uma chapa. Foram 199 votos favoráveis à ela. O diretório é formado por 57 pessoas.
Após a divulgação do resultado, os filiados se dirigiram ao Clube SERJL onde foi servido um almoço. O nome de Luiz Carlos Gotardi foi aclamado como candidato a reeleição durante a confraternização pemedebista.
Além dos filiados, simpatizantes ao partido e membros de outros partidos que estiveram juntos na última eleição prestigiaram a convenção do partido, considerado um dos maiores do município.
Na segunda-feira, 14, o novo diretório se reuniu quando elegeu a Comissão Executiva. A formação apresenta o presidente Marcelo Rachelle, 1º vice-presidente Osvaldiro Dallo, 2º vice-presidente Gentil Boligon, secretário geral Moacir de Pauli, secretário adjunto Eliane Rodrigues, tesoureiro André Spada, vogais Armindo Miola e Ezidio Bernarde, suplentes Edson Cancelier, Luiz Pedroso, Nelson Marcolina e Luiz Depieri. Ainda foram apresentados os filiados que devem comandar o Conselho Fiscal.
O partido já recebeu a inscrição de outros três candidatos, que vão disputar uma vaga na Câmara de Vereadores: Moacir de Pauli, Osvaldiro Dallo e João Andrino Fornaza.
O presidente do PMDB lontrense, Marcelo Rachele, afirmou que o partido está preparado para o pleito deste ano. “O partido está coeso, firme, forte, estruturado e pronto para a disputa da eleição municipal, iniciando a partir de agora conversa com outros partidos”. Ele também disse que o PMDB está de portas aberta para novos filiados.
Gotardi comemorou a grande presença de filiados e simpatizantes durante a convenção do partido. “Muitos filiados e simpatizantes compareceram e eu gostaria de agradecer a participação de todos, uma vez que partido está representado em vários segmentos, com membros da cidade, bairros e comunidades do interior”.
Quanto à indicação de seu nome o atual prefeito afirmou: “Eu fiquei muito feliz e a exemplo do que disse em 2004 que tudo faria para contribuir com o crescimento do município e digo hoje que estou à disposição do partido, dos demais partidos, da comunidade para conversarmos porque tenho certeza que temos um projeto de governo que vem de encontro com os anseios da população”.
Da assessoria

Assinaturas pelo telefone (46) 3545-1396.
E-mail: noticias@jornaler.com.br

Pesquisa indica que se a eleição fosse hoje, o prefeito Gotardi seria reeleito

Postado por admin em 07/abr/2008 - Sem Comentários

O site www.rinet.com.br divulgou o resultado de uma pesquisa realizada pela empresa Radar Estatística de Francisco Beltrão, revelando que o prefeito de Salto do Lontra Luiz Carlos Gotardi (PMDB) seria reeleito se a eleição fosse entre os dias 20 e 24 de março, época do levantamento.
Na hipótese remota de oito candidaturas atrás do voto — o prefeito, o vice-prefeito Dalvo Koerich (PP), o vereador Vanderlei Bassanesi “Vandeco” (PR), o administrador Maurício Baú (PDT), o vereador Altair José Eduardo “Vieirinha” (PPS), o empresário Lindomar Costa, o médico Celso Cavinatto, o ex-prefeito José Nazário e o cooperativista Maximino Beal —, Luiz Carlos teria 40%, e os demais em empate técnico, variando de 3% a 7%. A margem de erro é de 4,6 pontos percentuais, para mais ou para menos.
Na pesquisa espontânea, quando o entrevistado não recebe nenhuma relação de nomes e deve votar pela sua memória, Luiz Carlos lidera com 22%. Entre os demais, o mais lembrado é o vereador Vandeco, com 2%.
Nos confrontos de bate chapa, nas seis simulações estimuladas, o prefeito sempre liderou com folga, variando de 56% a 62%. Maurício e Vieira, com 18% são os mais bem colocados nessas conjecturas.
A pesquisa perguntou também sobre o futuro. Para 69%, Luiz Carlos deve ser candidato à reeleição em outubro, contra 23% que são contra. Ele receberia o “voto certo”, de acordo com a Radar, de 44% do eleitorado. Outros 25% entram na categoria do “poderia votar”.
Para 82%, o advento da candidatura única em 2004 foi positivo para o município, mas o percentual cai 12 pontos — 60% — entre os favoráveis a um único nome para 2008.
A pesquisa foi encomendada pelo Jornal de Beltrão e registrada sob o número 013/2008 na Justiça Eleitoral (Cartório Eleitoral da zona 162 da Comarca de Salto do Lontra). O levantamento entrevistou 299 pessoas maiores de 16 anos, obedecendo aos critérios de proporcionalidade geográfica, de renda, escolaridade educação bem como entre os sexos e faixa etária. O trabalho tem um intervalo de confiança de 95%, isto significa dizer que se feito com a mesma metodologia, o resultado estaria dentro da margem de erro de 4,6 pontos em 95 vezes. A responsabilidade da pesquisa é de Antonio Geraldo Topanotti e do estatístico José Mário Lima (Conre 8159-A).
Além dos dados dos quadros abaixo, a pesquisa levantou dados importantes para uma possível candidatura de consenso no município, como a avaliação da candidatura única nas eleiões municipais de 2004, com aceitação de mais de 81% dos entrevistados e a favorabilidade de 59,9% de uma nova candidatura de consenso. O site não informou no entanto, quantos eleitores foram entrevistados.
Confira no Jornal Espaço Regional (impresso) desta semana os dados da pesquisa. Assinatura pelo telefone (46) 3545-1396.
Assinaturas pelo telefone (46) 3545-1396.
E-mail: noticias@jornaler.com.br

Página 2 de 212