Notícias

Pastoral da Criança de Nova Prata reúne líderes em palestra motivacional

03/04/2008


Mais de 60 líderes da Pastoral da Criança de Nova Prata do Iguaçu assistiram, durante a reunião periódica que aconteceu na quinta-feira, 27, a uma palestra sobre auto-estima e motivação, aplicada pelo membro do Conselho Econômico de Setor da Pastoral da Criança, Felix Miglioranza. O encontro difundiu a importância do bem-estar social da representante institucional.


Para a presidente da Pastoral da Criança de Nova Prata, Elza Sokoloski, com o convívio direto e dificuldade do trabalho que a entidade realiza, os desânimos são fatores que sempre vão perseguir a caminhada da líder. “Apesar de estarmos nos portando bem, em relação à dificuldade enfrentada na atualidade, a desmotivação não é um fato raro”, explicou. A entidade conta com o auxílio de aproximadamente 130 líderes que atuam em 45 comunidades do município de Nova Prata do Iguaçu, atendendo gestantes, idosos e crianças de até seis anos de idade, desde 1997.
Segundo Felix Miglioranza, que faz parte da AAPAC (Associação de Amigos da Pastoral da Criança), a entidade visa dar sustentação, tanto financeira como motivacional. “A líder da Pastoral trabalha muito o lado da miséria e da degradação, assim a desmotivação acontece facilmente. As líderes não podem desanimar perante as dificuldades do trabalho voluntário. Os pensamentos devem ser sempre positivos. Todas precisam saber que Deus é o suporte”, ressaltou, durante a palestra. Miglioranza explicou que é impossível para o poder público exercer um trabalho como este, que vem sendo realizado pela Pastoral da Criança. “Os custos, que seriam arcados pelo dinheiro público, serão muito grandes se um poder como o Executivo Municipal contratasse mais de 130 pessoas para exercerem o trabalho das líderes da pastoral [que é realizado sem benefício monetário direto]. Essas mulheres fazem uma colaboração que é insubstituível e simplesmente impressionante”.
“Continuem este trabalho maravilhoso. Quem cria uma criança, forma um cidadão, uma futura liderança, um futuro político, porque estamos fracos de políticos, estamos desfalcados de homens que trabalhem pelos outros homens”, disse o padre Davide Esupério Fontana, exaltando o trabalho da Pastoral da Criança. Para ele a sociedade não pode inibir a ação da criança, ela vai ser um dia a salvação do mundo espiritual e material.
Assinaturas pelo telefone (46) 3545-1396.
E-mail: noticias@jornaler.com.br


Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!