Notícias

Projeto Água e Qualidade de Vida em Nova Prata conscientiza alunos

05/05/2008


Alunos da terceira e quarta séries da Escola Professora Maria Welter, de Nova Prata do Iguaçu, participaram na manhã de quarta-feira, 30, da apresentação de um vídeo e da distribuição de panfletos de conscientização desenvolvido dentro do projeto Água e Qualidade de Vida.
O projeto consiste em uma proposta sócio-educativa de preservação das minas naturais de água, que ainda permanecem ativas ou não sofreram drenagem. Ele objetiva questionar a perfuração desenfreada de poços artesianos, em especial aquele que desrespeita a legislação sobre meio ambiente e ignora ou faz vista grossa aos estudos de impacto ambiental da atividade.
O projeto Água e Qualidade de Vida é uma ação simples e prática que parte da premissa de que há oferta de água superficial suficiente nos municípios da região Sudoeste para abastecer as pequenas propriedades rurais e que a desvalorização desse recurso é que leva as pessoas a investirem em medidas nocivas à sustentabilidade dos ecos-sistemas nas regiões de intenso cultivo agrícola. De 2005 a 2007, o projeto já fez a preservação de mil minas naturais; capacitou 24 agentes; realizou o Simpósio Regional da Água; promoveu semanas municipais da água em 24 municípios; elaborou material didático próprio; promoveu ações educativas de preservação em associações comunitárias e em 108 escolas com 12 mil alunos; preservou mais de mil hectares de florestas no entorno das minas naturais e melhorou o auto-estima dos agricultores familiares.
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Nova Prata, Valdir Assumpção, disse que o projeto já beneficiou os produtores pratenses e conscientizou a agricultura familiar. “É importante os produtores preservar o meio ambiente e o projeto é uma forma de fazer isso acontecer e também é importante as crianças conhecerem o projeto e os compromissos com o meio ambiente”, disse.
O projeto prevê para os próximos dois anos, a preservação de 700 minas naturais; a realização da segunda edição do Simpósio, promover a semana da Água e Eco Férias; a capacitação de agentes e famílias beneficiadas; incentivo a produção agro-ecológica; valorização do meio rural e da agricultura familiar com organização e construção do conhecimento; trabalho com cooperativas da agricultura familiar; instituições de ensino, OG e ONGs e a continuidade da conscientização e reeducação ambiental nos municípios para gerar água de boa qualidade.

Assinaturas pelo telefone (46) 3545-1396.
E-mail: noticias@jornaler.com.br


Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!